Anúncio

Collapse
No announcement yet.

MultiEQ da Audissey: Opiniões, medições, comentários, etc.

Collapse
X
 
  • Filter
  • Horas
  • Show
Clear All
new posts

  • MultiEQ da Audissey: Opiniões, medições, comentários, etc.

    Caros foristas,

    Decidi abrir este tópico pelas seguintes razões:

    - Forçar-me a fazer testes e medições ao meu "antes" e "depois" (se não for assim nunca mais...)

    - Já existem vários tópicos sobre o Roomperfect cujos objectivos creio serem idênticos pelo que achei que o MultiEQ da Audissey também merece.
    (Eu diria que o Roomperfect em termos de objectivo me pareça mais próximo do sistema MultiEQ PRO da Audissey mas hoje em dia, e para as bolsas mais limitadas, já temos em vários Denon e Marantz o MultiEQ da Audissey - sem PRO...).

    Das minhas audições (ainda sem medições) o que noto após activar este sistema é o desaparecimento de booms e um excelente controlo de graves. Nas médias/altas frequências noto também uma maior clareza e sem aquele sibilar cansativo que por vezes alguns sistemas têm.
    Relembro que este sistema faz correcção na amplitude e no tempo pelo que não tem algumas das limitações que os filtros paramétricos têm.

    Creio que estas faqs são interessantes de ler mesmo para quem não esteja interessado neste sistema em particular:

    http://www.audyssey.com/faq.html


    Os objectivos deste tópico são:

    1 - Para quem usar este sistema colocar aqui as suas medições, opiniões, truques, optimizações ou qualquer outra questão relacionada.

    2 - Para quem não use poder colocar questões para que quem use tente responder.


    Assim que possível colocarei as minhas "medições" .

    Um abraço.
    Fonte: Denon DVD-3910
    Amplificação: Denon AVR-4306
    Colunas (F/S): B&W 805S / KEF Q.Compact
    Imagem: Plasma Pioneer 436XDE

  • #2
    Re: MultiEQ da Audissey: Opiniões, medições, comentários, etc.

    Eu uso o YPAO (Yamaha Parametric Room Acoustic Optimizer) para ver filmes, resolveu-me problemas bastante graves de "boomy" bass no canal central que está enfiado num espaço reduzido e perto da parede de fundo, e ajustou todas as colunas para estarem mais parecidas com as frontais (timbres etc).

    Para utilização não "vital", ou seja, quando não se trata de música, acho que são sistemas de extrema utilidade. Para ouvir música, em casos de necessidade mais urgente, também me parecem bastante válidos, mas aí já depende do $$$ que se gasta para ter acesso a uma EQ de qualidade.



    Comment


    • #3
      Re: MultiEQ da Audissey: Opiniões, medições, comentários, etc.

      Creio que o sistema da Yamaha é de bandas centradas em freqências fixas. No caso do meu Denon uso o sistema MultiEQ quer para musica quer para filmes. Tenho um ganho de qualidade aos meus ouvidos muito significativo.

      O Denon 4306 tem até uma função que eu considero fabulosa que é o de no "Pure Direct" desliga tudo o que é superfulo: processamento de video, etc. mas temos a opção de manter ou não o MultiEQ. Para ouvir musica (CD, SACD, DVD-Audio) uso este modo com o MultiEQ activo e é 5****
      Fonte: Denon DVD-3910
      Amplificação: Denon AVR-4306
      Colunas (F/S): B&W 805S / KEF Q.Compact
      Imagem: Plasma Pioneer 436XDE

      Comment


      • #4
        Re: MultiEQ da Audissey: Opiniões, medições, comentários, etc.

        Eu para ouvir música uso um amp stereo e fonte dedicados, e de preferência mantendo sempre a filosofia de "pouca confusão", poucos componentes, interligações ao mínimo possível... etc...

        Para "equalização", tratei a acústica sala, reposicionei colunas e sub, com resultados excelentes

        Os ganhos que se podem ter usando sistemas como o Audissey ou o YPAO, ou mesmo o RoomPerfect, só depende da quantidade e variedade dos problemas iniciais no conjunto sistema/sala, e de os podermos ou não resolver recorrendo a métodos "tradicionais". O ideal, naturalmente, será ter um sistema a funcionar bem sem recorrer a processamentos no sinal, mantendo tudo o mais fluído e rápido possível... mas se tal for impossível, então claro, sistemas de EQ são uma excelente opção capazes de excelentes resultados.

        Sobre YPAO:

        Yamaha's YPAO automatic parametric active room correction equalizer. Unlike many of the first generation receivers implementing room correction, the Yamaha YPAO system is comprised of a ten band parametric equalize which adjusts level, frequency, and Q factor. Graphical equalizers adjust only amplitude response at fixed frequency bands, thus are not an effective tool for room correction at all in my opinion. Yamaha does offer a graphical equalizer as a programmable user option for every channel for additional fine tuning of your system's response in case you wish to forgo the YPAO system.

        The YPAO "Equalizing" feature of the receiver allows for several equalizing options:

        Front Applies equalization to all channels, except the mains, to attempt to achieve closest tonal response to the main channels.

        Flat Applies equalization to all channels to attempt to achieve flat response.

        Low Applies equalization to all channels with emphasis on low frequencies.

        Mid Applies equalization to all channels with emphasis on mid frequencies.

        High Applies equalization to all channels with emphasis on high frequencies.


        Yamaha YPAO Operational Details
        Operation Frequency: 63Hz - 16Hz 1/3 Octave resolution
        Qfactor: .5 - 10
        Level: -20dB to +6dB +/-.5dB increments
        Frequency Bands: 10 bands per channel, 2 sub bands for a whopping total of 94 bands!
        Ao que sei, o Audissey será melhor e mais completo, pelo menos no "papel"...

        Comment


        • #5
          Re: MultiEQ da Audissey: Opiniões, medições, comentários, etc.

          OK, por acaso não sabia que podias definir a frequência central dos filtros. Sem isso só por coincidência teria bons resultados.

          A filosofia é diferente pois o Yamaha usa PEQ:

          "... (extracto da FAQ da Audissey)

          How is MultEQ different from other equalization methods?
          There are two fundamental differences from every other method available in AV receivers today. The first is that MultEQ is not based on parametric equalization. Parametric equalization relies on a few bands that are centered at certain frequencies. These bands do not provide sufficient resolution to address many room acoustical problems. Also, parametric bands tend to interact so that changes at one frequency have undesirable results at nearby frequencies. Moreover, parametric equalization methods use a particular type of digital filter called Infinite Impulse Response (IIR) that only attempts to correct the magnitude response in the frequency domain. These filters can cause unwanted effects, such as ringing or smearing, in the time domain particularly as the bands get narrower. MultEQ uses Finite Impulse Response (FIR) filters for equalization that use several hundred coefficients to achieve much higher resolution in the frequency domain than parametric bands. Furthermore, by their nature, FIR filters simulatneously provide correction in the frequency and time domains. FIR filters had been considered to require too many computational resources. But Audyssey solved this problem by using a special frequency scale that allocates more power to the lower frequencies where it is needed the most.

          The second major difference is that MultEQ combines multiple measurements to create equalization filters that better represent the acoustical problems in the room. Most other methods only perform a single point measurement and this can result in making other locations in the room sound worse than before equalization. There are some methods that use spatial averaging to combine multiple room measurements. Although this is a step above single-point correction, it does not provide optimum correction when discussing spatial averaging. For example, it is common to find a peak at a certain frequency in one location and a dip at the same frequency at another nearby location. The averaging methods will add the peak and the dip and this will result in an apparent flat response at that frequency, thus causing the equalization filter to take no action. MultEQ uses a clustering method to combine measurements so that acoustical problems are better represented, thus allowing the equalization filter to perform the appropriate correction at each location.
          ..."

          No entanto o sistema está feito para: não ir além da capacidade por exemplo das colunas o que me parece implicar que quanto melhor o sistema melhor o resultado.
          Fonte: Denon DVD-3910
          Amplificação: Denon AVR-4306
          Colunas (F/S): B&W 805S / KEF Q.Compact
          Imagem: Plasma Pioneer 436XDE

          Comment


          • #6
            Re: MultiEQ da Audissey: Opiniões, medições, comentários, etc.

            Não tenho grandes dúvidas sobre a superioridade do Audissey, até porque não me parece que a Yamaha tenha dado tanto destaque e importância ao YPAO...

            Comment


            • #7
              Re: MultiEQ da Audissey: Opiniões, medições, comentários, etc.

              Sergio,

              Não é por uma questão de ser superior ou não. Para ser sincero nunca testei um AV da Yamaha.

              O objectivo é mesmo trocar ideias.


              Eu por exemplo ainda não consegui dar o passo que tu já deste que foi o de algum tratamento acustico e optimização do posicionamento. Eu já o fiz mas com muitas limitações.

              Lá chegaremos...
              Fonte: Denon DVD-3910
              Amplificação: Denon AVR-4306
              Colunas (F/S): B&W 805S / KEF Q.Compact
              Imagem: Plasma Pioneer 436XDE

              Comment


              • #8
                Re: MultiEQ da Audissey: Opiniões, medições, comentários, etc.

                E a tua sala tem muitos problemas? Pequenos ajuses nas colunas ou no ponto de audição podem melhorar imenso o resultado, experimenta.... desliga o sub, e move as colunas para a frente, ou para o centro, uns 15cm por exemplo, vai testando... Ou aproximar o sofá um bocadinho...

                Comment


                • #9
                  Re: MultiEQ da Audissey: Opiniões, medições, comentários, etc.

                  Boas!

                  Algoritmos para o futuro. Enquanto esse futuro não chega, temos que nos contentar com este tipo de equipamentos de série, cuja capacidade de corrigir no espaço temporal é extremamente diminuta.

                  A correcção acústica dos chamados Dispositivos de Correcção de Sala está actualmente mais voltada para o vulgar equalizador. São injectados no sistema sinais de teste para chegar a uma média de magnitudes (por FFT) ou de "impulse response" (melhor e muito mais difícil neste segundo caso).

                  Em ambos os casos é calculado um filtro inverso, tema a que (também) me tenho debatido nos últimos 4 anos. Esse filtro, numa chamada "convolution" (multi-rate ou não..) inverte a saída do sinal minimum-phase e apenas dos primeiro(s) milisegundo(s), em equipamentos comuns e já bastante avançados.

                  Não conheço este Audissey de raiz, se alguém quizer realizar um teste comigo, disponibilizo-me parra identificar quantos milisegundos de correcção é capaz de fazer (por frequência), tipo de correcção, sinal corrigido, resultados atingido segundo normas internacionais etc.

                  Muitos desses sistemas corrigem apenas o tal "sinal inicial", que acaba por influenciar toda a razão temporal, mas toda da mesma forma. Ou seja, são temporalmente cegos, mas mesmo assim podem melhorar um RT, por incrível que pareça.

                  Os sistemas mais avançados e que eu nunca vi em produção para Home-Hifi comum, recuperam uma impulse response de uma determinada sala. Pode ser feito de várias maneiras (pessoalmente faço por sweep de 45 segundos, *sem* fade in/out), mas o que interessa é que essa impulse response representa o resultado de um "click" puro (dirac pulse), incluido o sinal do tal click e das reflexões que o click irá ter nas paredes, chão, etc.

                  Desse sinal, uma parte é invertível matemáticamente, é causal, outra não. Há uma parte que é non-minimum phase (reverberação, para onde eu me inclino mais na tentaviva de a eliminar) e é a mais difícil de ser tratada e que envolve muita investigação.

                  Cada sala é uma sala. Os algoritmos a utilizar em cada sala são diferentes pelos parametros utilizados. Um sistema "pronto a utlizar" é completamente inútil quando se fala em Correcção de Sala. O que faz é uma simples equalização, e desafio qualquer desses sistemas com um vulgar equalizador de 31 bandas por canal afinado a ouvido..

                  Uma última nota: o ouvidos ouvem de uma forma muito especial. Cada milisegundo tem a sua importância, e esta é diferente para os outros "ms" todos no que à tonalidade diz respeito.

                  Actualmente (hoje mesmo) tento "limpar" a minha própria sala do sistema, com um filtro capaz de ir até uns fantásticos (para mim!) 181 milisegundos, reverberação pura.

                  Abraço,

                  Audiolover

                  Comment


                  • #10
                    Re: MultiEQ da Audissey: Opiniões, medições, comentários, etc.

                    Se quiseres testar. É uma questão de combinarmos.

                    A Audissey diz que usa FIRs segundo creio e faz correcção temporal. Os resultados para mim são excelentes (ao ouvido) claro. Mas umas medições são sempre bem-vindas e poderão ajudar a optimizar se se conseguir identificar o que faz o "bicho".
                    Fonte: Denon DVD-3910
                    Amplificação: Denon AVR-4306
                    Colunas (F/S): B&W 805S / KEF Q.Compact
                    Imagem: Plasma Pioneer 436XDE

                    Comment

                    Working...
                    X